domingo, 20 de dezembro de 2009

gigapíxeis

Esta aí é a maior fotografia digital feita até hoje. São 26 gigapíxeis, equivalente a 26 mil milhões de píxeis. É uma união de 1.655 fotografias de 21,4 megapíxeis cada. Leia mais

Foto: "organizada" por Holger Schulze

2010

Está pronto o "tradicional" calendário Pirelli 2010. As fotos são de autoria de Terry Richardson.
A cultura do calendário ilustrado com peladonas parecia batida até nas borracharias. Agora as folhinhas são peças decorativas entre os modernos.
Borracheiros e mecânicos deveriam se manifestar. Quando esses calendários eram típicos de suas paredes, a malucadinha estilosa zombava deles, era "tosco". Agora virou bom gosto?
Divulgação

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Copenhague

O jornal Inglês The Guardian reuniu fotos das duas semanas de discussões, na 15 ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 15), realizada em Copenhague na Dinamarca.

Foto: Bob Strong / Reuters
Foto: Eric Feferberg / AFP / Getty Images

Foto: Scanpix Dinamarca / Reuters

Foto: Peter Dejong / AP

Foto: Peter Dejong / AP




Foto: Kisbenedek / AFP / Getty Images

Foto: Jeff J Mitchell / Getty Images

Aforismos da COP15
Lula 1 "Copenhague só vai ser o que vai ser porque o nosso país teve a coragem de, há um mês, Apresentar as metas que apresentamos".
Lula 2 "O veredicto da História não poupará os que faltarem com sua responsabilidade".
Nicolas Sarkozy "A conferência de Copenhague não pode consistir em uma sucessão de discursos que nunca se confrontam. Não estamos aqui para um colóquio sobre o aquecimento climático, estamos aqui para Tomar Decisões".
Mírian Leitão "Ninguém quer chegar no natal e falar para seu povo que não tem nada Estabelecido Em relação ao clima".
José Manuel Durão Barroso - Presidente da Comissão Européia "Realmente espero que anunciem mais.O presidente Obama não está vindo só para reiterar o que está no Projeto de Lei deles".
Lula 3 "Não pensemos que estamos dando esmola. Porque o dinheiro que vai ser colocado na mesa é o pagamento pela emissão de gás estufa feita durante dois séculos por quem teve o privilégio de industrializar primeiro".

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

sábado, 12 de dezembro de 2009

Cinemanafoto no ar




Fotos: Guilherme Artigas

Vida boa


Fotos: Guilherme Artigas

Elza

Elza Soares esteve em Curitiba no dia 8 de dezembro. Fez um show excelente para pouca gente.





Fotos: Guilherme Artigas

Novidades


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Cinema e direitos humanos


Entre os dias 3 e 8 de novembro, acontecerá em Curitiba a "4ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul", uma realização da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, com o patrocínio da Petrobras. As exibições dos filmes acontecerão à tarde e a noite, na Cinemateca de Curitiba, com entrada franca.
As temáticas dos filmes, abordarão de forma plural questões relacionadas ao: preconceito racial, eqüidade de gênero, proteção da criança e do adolescente, saúde mental, tortura, trabalho escravo, portadores de deficiências, idosos, diversidade sexual, liberdade religiosa, memória política entre outros. Informações gerais, como sinopses, datas e horários, bem como a história e trajetória da mostra está disponível no: http://www.cinedireitoshumanos.org.br./
A informação é da APP sindicato

Cinema na APP


Entre os dias 26 a 30 de outubro, o salão nobre da APP- Sindicato será uma sala de exibição de filmes. O evento de extensão universitária "A História na Tela do Cinema: Considerações Metodológicas para a Prática Pedagógica", promovido pelo Programa de Educação Tutorial da Universidade Federal do Paraná (PET/UFPR) e a APP-Sindicato/ Secretaria Educacional, contará com a mostra de cinco filmes, entre eles "Europa", o Auto da Compadecida, baseado na obra do escritor Ariano Suassuna e Os narradores de Javé.
A atividade, que será realizada a partir das 18h30, abordará a produção do discurso histórico pelo cinema e tem como finalidade proporcionar uma oportunidade de interlocução entre professores/as de ensino fundamental (5ª a 8ª série) e médio e funcionários/as de escolas. Voltada para professores/as e funcionários/as de escolas - sindicalizados/as da APP -, contará com a exibição seguida de debates intermediados por professores da UFPR e alunos do PET/UFPR. Com informações da APP sindicato.

domingo, 25 de outubro de 2009

Pensamento

"Muitas vezes perdi fotos únicas para ajudar alguém. Meu primeiro objetivo é manter o nível de dignidade que uma pessoa merece.”
De Sebastião Salgado, na abertura da exposição África, em Tóquio, sobre a interpretação de alguns críticos, que dizem que a plasticidade das suas fotos acaba por desdramatizar as condições de miséria e privação dos seus retratados.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Liberado? desconfie

Abbey Road revisitada, mais uma vez. Essa imagem é uma parceria entre eu e o ilustre ilustrador , chargista e jornalista Simon Taylor. Foi feita para estampar a capa de um jornal que tratava sobre as drogas lícitas.


Foto: Guilherme Artigas - Ilustração: Simon Taylor

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Filmes de Montanha

Entre os dias 23 e 25 de outubro será realizada no Rio de Janeiro a 9º edição da Mostra Internacional de Filmes de Montanha.
No Brasil, o evento acontece desde 2004. O objetivo incial foi motivar a produção desse tipo de filme no país. Se na primeira edição foram 9 produções inscritas, esse ano são mais de 50.
A mostra tem algumas atrações paralelas. Uma delas é a exposição “Atacama – Deserto e Vulcões”, de Fabio Elias, profissional conhecido por suas fotografias de lugares e esportes extremos.
Também, será lançado o Guia de Vídeo Digital de Richard Olsenius, que durante anos fez parte da equipe de fotografia e vídeo da National Geographic. Segundo Alexandre Diniz, organizador da mostra, o guia “ao mesmo tempo que é bastante profissional, é acessível para os leigos”.

Assista o vídeo de divulgação da mostra:

video

sábado, 17 de outubro de 2009

Yanomamis e polacos

A mais recente edição da revista Brasileiros mostra o trabalho de dois, dos principais fotógrafos documentais do país: "Os yanomami de Claudia Andujar e os polacos de João Urban".



Alair Gomes


Alair Gomes foi um fotógrafo influenciado pelos padrões da beleza clássica. Sua obra é conhecida, principalmente, pelos seus retratos do corpo masculino.
Foi lançado recentemente o livro A New Sentimental Journal, originário de uma exposição do mesmo nome, realizada na Maison Européene de La Photographieque, em agosto deste ano. O livro traz mais de 100 fotografias de esculturas pertencentes a vários museus da Europa. Além das imagens, o livro contém textos em Inglês, nos quais Alair faz um relato da viajem em forma de diário, em meio a reflexões filosóficas.
Até 30 de novembro, no Paço Imperial do Rio de Janeiro, estarão expostas imagens que fazem parte do livro. A informação é da revista Brasileiros

Surf e fotografia de alma


Foto:Joni Sternbach

Recentemente a revista Trip registrou o belo trabalho da fotógrafa Joni Sternbach, pesquisadora e professora de arte na Universidade de Nova York, que estuda antigas técnicas fotográficas. Na série Surfland, Joni utilizou a ferrotipia, desenvolvida em meados do século XIX.
Surfland é uma série de 47 fotografias que “resgatam os velhos sentidos do surf e o prazer de viver sem pressa”, como observou Ana Maria Peres, autora do texto. O trabalho foi feito em praias da califórnia e de Montauk NY.
A matéria contém uma entrevista com Joni Sternbach. Perguntada se o projeto teria o intuito de discutir sobre a atual cultura da fotografia non-stop, ela respondeu: “De certa forma, sim. Utilizei uma técnica que é a antítese da fotografia digital. A natureza inerente desse processo inclusive desperta para a questão da velocidade do tempo. Além disso, as fotos exibem uma desaceleração, pois poderiam ter sido produzidas há 150 anos. De toda forma, creio que estamos correndo contra o tempo, mas o desperdiçamos com bobagens”.Leia mais



Mais sobre a Trip

Falando em surf...

Fotografia e surf encontram sintonia natural na plástica que esse esporte tem. A exuberância das ondas com a leveza enérgica das manobras só podem sugerir imagens de impacto. É certo que essa associação é um dos aspectos responsáveis pelo sucesso de revistas de surf.
Esta é a capa do número 1, da mais famosa publicação de surf do Brasil, a lendária Fluir. A edição faz parte do acervo pessoal de Fabiano Schroden de Rezende, um dos principais fotógrafos de surf do Paraná, editor da revista Boards, que circulou durante cinco anos, entre as décadas de 90 e 2000.


Seguindo, a capa de uma edição especial da Boards. "Cinco anos de história em capas e fotografias". A Boards tinha formato pocket. Foi a mais duradoura e eficiente publicação das que reportaram o universo do surf, do skate e dos demais esportes de ação no Paraná. Pode haver uma comparação com a pioneira Surf Repórter, lá dos anos 80, da qual, algumas edições também fazem parte do acervo de Fabiano Schroden.



sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Latinha na Caixa

Vai até domingo (18), a exposição Subterrâneas passagens, no espaço Caixa Cultural de Curitiba. São imagens de José Rosa, tudo na base do pinhole. Leia Mais

Foto: Guilherme Artigas

Um coletivo de coletivos

No próximo fim de semana, dia 18 de outubro, no Rio de Janeiro, quatro coletivos de fotografia se reúnem para debater sobre conceitos da fotografia contemporânea e claro, apresentar trabalhos fotográficos. É o Foco Coletivo, que reúne os grupos Garapa, Viva Favela e iz, além da agência Imagens do Povo, organizadora do evento. Mais


Sobre o coletivo Viva Favela

O Filho do Brasil

A estréia de Lula, o Filho do Brasil, está marcada para 1º de janeiro de 2010. É a produção mais cara da história do cinema Brasileiro. A direção é de Fábio Barreto.
A revista Isto É, na edição mais recente, não questionou. Disparou: “Politizado ou não, o certo é que, quanto maior for a bilheteria do longa-metragem, maior será sua capacidade de influir no processo eleitoral de 2010”.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

No chão

Foto: Tony Gentile/REUTERS
Repórteres fotográficos que estão cobrindo o Festival de cinema de Roma protestaram contra as más condições do local onde os atores posam para as fotos. Todos colocaram suas cãmeras no chão. Os organizadores responderam que, para o ano que vem, o problema será sanado.
A informação é do blog Por dentro do click, do jornal Extra, do Rio de Janeiro.

Polaroid One Step

Segundo informa o site polapremium, a Polaroid está preparando o relançamento do modelo One Step. O anúncio foi feito na quarta feira (14).
Tudo graças ao já bem conhecido Projeto Impossível, surgido logo após o comunicado do fechamento da Polaroid Holandesa, e da conseqüente suspensão da fabricação dos filmes compatíveis. Tudo indica que, de agora em diante, o pessoal do Projeto Impossível é que irá conduzir a fabricação e comercialização dos filmes instantâneos.
Existe uma previsão de que tanto a Polaroid One Step quanto os filmes estarão no mercado no meio de 2010. Sobre a disponibilidade no Brasil, ainda não há certeza.
A informação é da revista TRIP, na nota de Carol Nogueira.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Vingança e persuasão

Diretor e elenco de Bastardos Inglórios

Poucas vezes tratamos aqui de enormes produções de hollywood, mas o recente Bastardos Inglórios é excelente.
O peso de Quentin Tarantino, de mestre dos filmes de violência carregada com elementos do POP, não se deve exatamente a esse estilo, e sim ao que ele aborda, seja de forma explícita ou indireta: a vingança.
Não se pode tratar de vingança sem inteligência. Por mais que às vezes esse sentimento seja movido pela impulsividade e pela falência do raciocínio, em outras tantas ela é arquitetada com critérios, competência e erudição. É assim, no caso de Bastardos Inglórios. O nome já diz tudo.
Justiceiros judeus que matam militares alemães com crueldade teatral, a dona do cinema que planeja incendiá-lo na premiere de um filme de propaganda nazista, e filma sua mensagem final antes de botar fogo nos espectadores, são elementos do conteúdo bruto do filme.
Mas as estratégias mais sensíveis de Tarantino estão mesmo nos diálogos. Com todos os recursos tecnológicos que a indústria dos EUA esbanja, são poucos os cineastas que conseguem sobrepor a inteligência das falas aos efeitos especiais. Ele consegue, mais uma vez.
Conversas longas e inventivas, de início, já mostram que o filme ultrapassa a sangueira gratuita e investe na violência psíquica, típica do diretor e bem mais eficaz.
Uma delas: a explicação do coronel alemão, Hanz Landa, a um camponês francês, sobre a associação de judeus com ratos, “legitimando” esse entendimento, é tão admirável quanto repulsiva.
Outra referência a cultura de persuasão que a propaganda nazista estabeleceu, está numa conversa entre o mentor do aparato de divulgação nazista, ministro Joseph Goebbles, e o herói de guerra alemão, protagonista do filme que será exibido no cinema da órfã judia, disfarçada, claro.
Apaixonado, o soldado convence Goebbles a transferir a estréia do filme para o cinema da moça. No fim, cedendo ao discurso empolgado do subordinado, Goebbles diz: “eu criei um monstro, um monstro extremamente persuasivo.
Quem tem repertório sobre a ideologia nazista, tem mais facilidade de entender Bastardos Inglórios. Uma boa cartada é assistir, antes, o documentário, Arquitetura da Destruição, de Peter Cohen.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Em cartaz

Até o dia 19 de outubro estará aberta ao público a exposição “Revolução Cultural – História, Estética & Simbolismo”. São cartazes que divulgaram o ideário e os conceitos estéticos da Revolução Cultural Chinesa, que aconteceu entre 1966 e 1976. Os curadores são Angelo José da Silva e Rodrigo Wolff Apolloni, ambos pesquisadores do Centro de Estudos de Cultura e Imagem da América Latina (CECIAL).
Das 10 às 14h e das 19 às 21 horas. A entrada é franca.

PHOTO especial

A edição de outubro da revista francesa “Photo” é praticamente toda dedicada ao fotógrafo Willy Ronis, falecido em setembro de 2009. Além da biografia e matérias sobre os conceitos da fotografia de Ronis, a publicação revê os vários livros publicados durante a sua trajetória. Vale à pena. Clique



Retratos de Cuba

Segue uma amostra do trabalho belíssimo da fotógrafa cubana Alina Sardiñas, nascida em Havana. Alina publica suas fotos no seu blog, o F16.




Fotos: Alina Sardiñas

Melhor fotografia

Terminou no dia 11 o Festival do Paraná de cinema brasileiro latino. El Bosque, filme argentino da dupla Pablo Siciliano e Eugenio Lasserre, levou o prêmio Araucária de Ouro de melhor Fotografia, na categoria longa-metragem. Quem assinou a fotografia foi outra dupla, Pablo Alberti e Pablo Yannielli. Assista trailer.


video

Sinopse de El bosque

Na categoria curta metragem, o prêmio foi para Socarrat, filme espanhol dirigido por Juan Hernández, que também assinou a fotografia. Tem uma sinopse breve: Uma família descontrolada, mas feliz, que unida descobre a verdade.

Os atores Juanma Lara, Antonio Naharro em Socarrat – Foto:David Moreno Pérez

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

12

Bebê bom de chuva
Foto: Guilherme Artigas

11

O solão veio antecipar o dia das crianças em Curitiba. Quem "comemorou" no domingo 11, se deu bem, quem deixou para segunda, se deu molhado. O São Lourenço e a galera:
Foto: Guilherme Artigas

Ao futuro

Revista Corí-Gigante: Editor de texto: Luiz G. Mazza - Coordenação Gráfica: Hermes Astor Soethe - Fotos: Cid Destefani & Utrabo.





Hoje meu time completa 100 anos. Tenho orgulho de ser torcedor do clube pelo qual meus bisavôs, avôs e pais já torciam antes de eu nascer, em Curitiba, no Paraná em 1976.
Tenho amor por esse clube, pela minha terra e pelas suas respectivas tradições, que atestam, entre outras posturas, que não é necessária a boca dura para ser um torcedor honrado.
Sendo assim, peço com a humildade digna das pessoas bem educadas e bem resolvidas nas suas escolhas, profissões e todo o mais, que qualquer comentário que possa ser postado, referente a este breve registro, seja respeitoso e livre do pedantismo típico do costume de falar bobagens, sobre o time de futebol dos outros. Se der aquela coçadinha, que venha o comentário, então, liberto do desconhecimento repetitivo, que caracteriza a maioria das críticas feitas ao Coritiba.
Como meu pai me dizia quando me levava ao Couto Pereira, ainda criança: “cada um torce para o time que escolheu, sem encher o saco dos outros”. Esse é meu lema Coxa. Parabéns ao futebol do Paraná.
Foto: Guilherme Artigas